Artigos

Grow, startup de patinetes elétricos, é comprada por fundo de investimentos dono do Peixe Urbano


A Grow, empresa responsável pelos patinetes elétricos Grin e Yellow, afirmou nesta terça-feira (10) que foi adquirida pelo fundo de investimentos Mountain Nazca, dono da Peixe Urbano e outros empresas na América Latina.
Bikes compartilhadas da Grow deixam de circular no BrasilA ascensão e queda dos patinetes no Brasil
A Grow não deu detalhes do valor do negócio. Em comunicado, a companhia afirmou que objetivo agora é tornar-se lucrativa e ter eficiência na operação — diferente do que foi feito em 2019, quando a prioridade foi expansão da atuação e crescimento do número de corridas e base de usuários.
Grow, responsável pelos patinetes elétricos Grin e Yellow, anuncia aquisição por fundo de investimentos — Foto: Marcelo Brandt/G1
No início do ano, a Grow anunciou o fim das operações de bicicletas compartilhadas no Brasil e afirmou que manteria os patinetes elétricos em apenas 3 cidades: São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. A empresa afirmou na ocasião que a decisão era "temporária" e que fazia parte de uma reestruturação da startup.
A empresa disse também que está buscando parcerias públicas e privadas "para fortalecer e expandir sua operação". A Grow surgiu a partir da fusão entre startup mexicana de patinetes elétricos Grin e a brasileira Yellow em 2019 e tem operações em outros países da América Latina, como Argentina, Chile, Colômbia, Peru e México.
Bicicletas e patinetes compartilhadas são retiradas de circulação em Brasília
Com a aquisição, a Grow terá mudanças no quadro de executivos. Quem assume a direção da empresa é o vice-presidente de mobilidade, Roberto Álvarez Cadavieco. Em comunicado, ele afirmou que o foco agora é "oferecer a melhor experiência aos nossos usuários e ter um modelo que seja rentável para a empresa".
Também no comunicado, Felipe Henríquez, co-fundador do Nazcar Mountain, disse que objetivo é consolidar liderança da Grow na América Latina e "torná-la a primeira empresa de micromobilidade financeiramente sustentável do mundo".
A compra da Grow acontece no momento em que esse mercado passa por mudanças. Em janeiro, a americana Lime anunciou que deixaria o Brasil, 6 meses depois do início das operações. No início deste mês, a Uber expandiu do negócio de patinetes elétricos para São Paulo, depois de testar a modalidade em Santos.
Patinete elétrico: saiba como andar

Fonte: G1


« Voltar
WhatsApp